#Produto

Ainda não atualizei minha certificação ISO 9000 para versão 2015 e agora?

3/ago/2018 10:15:49 por Gabriel Rodrigues Domene

Uma das definições mais amplamente utilizadas para a ISO 9001 é “Um sistema de gestão de qualidade”. Como todo sistema são necessárias atualizações com o decorrer do tempo para estar atualizado às boas práticas e novidades do mercado.

Em setembro de 2015 a ISO 9000 teve sua última atualização com prazo de três anos de adequação para as empresas, todas empresas que passarem do prazo e não cumprirem os novos requisitos irão perder suas certificações.

Mas quais foram essas mudanças?

10 mudanças na ISO 9001 para a versão 2015

  • Princípios da Qualidade:
    os 8 princípios do Sistema de Gestão de qualidade foram alterados para 7: Cliente, Liderança, Envolvimento de pessoas, Enfoque baseado em processos, Melhoria, Tomada de Decisão baseada em Evidências, Gerenciamento de Relacionamento.
  • Anexo SL:
    Uma das grandes mudanças na versão 2015 : Para facilitar processos de implementação e também de auditorias internas e externas, agora as normas ISO virão com seus requisitos organizados da mesma forma. Exemplo: Requisito 4 é Contexto da Organização em todas as normas, Requisito 7 fala de Apoio e assim por diante.
  • Liderança:
    A liderança assume maior responsabilidade no sistema de gestão de qualidade, dessa forma a alta direção deve estar alinhada e ser responsável pelas melhorias contínuas sugeridas pela norma. Não é mais exigido um RD – Representante da Direção, mas sim um gerenciamento sênior que deve prestar contas ao Sistema de Gestão de Qualidade.
  • Gestão de risco:
    A empresa precisa definir os riscos e oportunidades de todas áreas que estão sobre o escopo do seu Sistema de Gestão de qualidade. É necessário além da definição verificar o índice de impacto dos mesmos e criar planos de ação para se prevenir dos riscos passíveis a seus processos. Deve haver um plano de ação para cada risco mapeado com o intuito de mitigar e impedir maiores impactos na operação.
  • Abordagem de processo:
    São dez requisitos da cláusula de “Gestão da Qualidade e seus Processos” e sua qualificação. A abordagem de processos compreende o controle entre os processos e hierarquias funcionais das Organizações.
  • Contexto da organização:
    É considerado o fator socioeconômico da Organização e seu relacionamento direto com as partes interessadas internas e externas. O objetivo é analisar a sua visão, missão, ameaças e oportunidades, fraquezas, problemas e questões que possam impactar no planejamento do Sistema de Gestão de Qualidade.
  • Foco nas partes interessadas:
    A atualização busca estabelecer requisitos que atendam às necessidades e expectativas das partes interessadas, ou seja, Organização e Cliente. Sendo dever da Organização determinar tanto as partes interessadas quanto às suas exigências.
  • Informação documentada:
    Ao longo de toda a Norma se fala em informação documentada, embora desapareçam nos documentos e registros. A ideia é gerar repertórios unificados, de fácil acesso e gerar evidência e registro sobre processos.
  • Gestão do conhecimento e competência pessoal:
    Todos os envolvidos devem ser competentes e capacitados, agregando valor ao trabalho realizado. É determinado o conhecimento necessário para o funcionamento do Sistema de Gestão. Desse modo, é possível garantir a conformidade dos produtos e serviços, visando a satisfação do cliente.
  • Ênfase nos processos terceirizados:
    Os critérios para a avaliação não serão iguais a todos, deve-se levar em consideração a criticidade e a confiabilidade nos negócios. Através da certificação ISO 9001:2015, às Organizações devem tratar os seus respectivos clientes/fornecedores como parceiros.

Como pode ser analisado a partir das modificações para versão 2015, muitas delas são conceituais, porém deve-se atentar que impactam diretamente sobre a forma de realizar a gestão.

Para as empresas que já possuem rotinas estabelecidas, o mindset e a cultura voltada para o Sistema de Gestão de qualidade a transição é simples. Apenas é necessário adequar-se às modificações.

Caso sua Gestão de qualidade não esteja bem estruturada, então deve-se criar um sistema que funcione como alicerce para sua gestão. Apps prontos e especialistas em qualidade podem acelerar muito a formatação da gestão, como o Easy Quality, que já possui as features de:

  • Gestão de processos
  • Gestão de indicadores
  • Gestão de riscos e oportunidade
  • Documentação e anexos
  • Controle de ocorrências
  • Criação de planos de ação


Quer saber mais sobre o Easy Quality? Acesse: www.easyquality.com.br e entenda como ele pode te ajudar a estruturar seu Sistema de Gestão de qualidade e garantir sua certificação ISO 9000 versão 2015.

Veja também como existem empresas utilizando o fluig para controlar seus processos de qualidade, clicando aqui.

 

Gabriel Rodrigues Domene

Gabriel Rodrigues Domene

Apaixonado por tecnologia e inovação! Com experiências sólidas em: Inbound Marketing, Marketing de conteúdo, Growth Hacking, Inside Sales, Storytelling / SCI-FI, UX, Design thinking, Design Sprint, Product Design, Future Thinking Empatia e resiliência como mindset!